segunda-feira, 27 de maio de 2013

O Eixão do Lazer foi suspenso pra quê mesmo?

O Governo do Distrito Federal disse que tudo que fez para o jogo entre Santos e Flamengo era parte de um teste. Então acompanhou tudo muito bem ao longo deste domingo hoje em Brasília, certo? 

Pois bem, estou ansioso para ver os resultados e a avaliação do monitoramento. E curioso também para ver qual foi o método de coleta dos dados. Sim, porque há uns dois meses, se a memória não me falha, testemunhei a presença de diversas pessoas realizando contagens de veículos no Eixão, um método convencional de levantamentos de campo. Neste domingo circulei por um trecho razoável da Asa Norte e não vi ninguém trabalhando nisso. Como havia helicópteros sobrevoando a área, assumo que as observações eram feitas deles.

Por força do hábito, registrei algumas imagens de manhã, em paradas que fiz durante a pedalada que fui obrigado a fazer fora do Eixão. Fiz pequenos registros dos seis movimentos assinalados na foto abaixo, no início da Asa Norte.


Do Eixão propriamente dito, aqui vai o registro dos movimentos 1 (à esquerda) e 2 (à direita):


Do Eixo W, eis o registro dos movimentos 3 (esquerda) e 4 (direita):


Por fim, o registro dos movimentos 5 (esquerda) e 6 (direita) no Eixo L:


Os três filminhos foram feitos entre 11 e 11h30. Claro que isso não é suficiente para justificar a abertura ou o fechamento do Eixão aos carros. Isso nós vamos poder discutir com os dados que o GDF obviamente divulgará, para deixar tudo transparente.

Enquanto não vemos o aguardado resultado do teste do GDF, permaneço com a firme convicção de que todo mundo que passava de carro no Eixão cabia nos Eixinhos, pelo menos na parte da manhã. Continuo achando que o motivo para tirarem o lazer do Eixão é outro!

Postar um comentário