sexta-feira, 26 de junho de 2009

Do passe livre à tarifa zero

Este blog já abordou e defendeu a Tarifa Zero, com mudanças no financiamento do transporte público, de modo que não caiba ao passageiro arcar com os custos de implantação e operação do sistema.

Ontem à tarde, em entrevista à TV Globo, eu disse que a Lei do Passe Livre Estudantil, aprovada dois dias antes pela Câmara Legislativa, podia representar um passo importante na direção da Tarifa Zero para toda a população. Critiquei também os mecanismos de gratuidade atuais, que implicam no rateio dos custos correspondentes entre os passageiros que pagam tarifa.

Infelizmente, a edição da matéria que foi ao ar ontem à noite, no DFTV 2ª. edição, e agora há pouco, no Bom Dia DF, só aproveitou parte desta crítica, o que pode levar a entender que eu critico o Passe Livre Estudantil. O que eu realmente disse é que, se recursos públicos vão cobrir integralmente o Passe Livre, é preciso rever já, e para baixo, as tarifas praticadas hoje.
Postar um comentário