quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

[Nota do MPL-DF] Passe Livre para ontem!



Brasília, 30/11/09

Sobre denúnicias, máfias e comprometimentos...


"Eles traçam e destraçam o seu caminho. É a dança - dança do patinho. Eles mandam uma qualquer e tu leva fé direitinho. É a dança - dança do patinho" Bnegão - A verdadeira dança do patinho




O MPL recebeu, sem surpresa, a notícia de que houve corrupção durante a aprovação do Projeto de Lei do Passe Livre no Distrito Federal. Dizem que um famoso empresário dos transportes dedurou um esquema de propinas cobrado pelo governo para aprovação de uma emenda ao projeto, que tratava do benefício a portadores/as de necessidades especiais. Essa personalidade contrariou seu grupo e não pagou a sua parte do suborno ao governo, sendo perseguida. Embriagada em indignação, saiu a público para revelar o esquema de extorsão de membros da câmara legislativa, da bancada do governo. Sobre esse assunto nos posicionamos da seguinte maneira:

- O delator Valmir Amaral & Gangue (todos os outros empresários do transporte) sempre financiaram /participaram de esquemas de corrupção, seja nos processos de aumento de tarifa, no abatimento de impostos concedidos pelo Estado ou na fraudulenta aprovação do Brasília Integrada. Não há o que reclamar nem se vitimizar nesse processo. O dinheiro "não pago" que o faz inocente já foi o dinheiro pago que o faz bandido. Cadê o resto do dinheiro? O que os outros empresários fizeram? Abram a caixa de pandora dos transportes!!

- Nesse caso de corrupção dos governos - que explodiu agora com a caixa de pandora do Arruda/PaulOOctávio - vemos nada mais que a aplicação da política safada do GDF em seus sucessivos mandatos. Lutamos para que toda essa corja política seja destituída. Mas sempre almejamos mais. Queremos uma profunda transformação social, onde o poder seja da coletividade e não propriedade de uns e outros, sempre corruptíveis. Não se trata de mudar as peças ou regras do jogo, mas sim de destruir esse jogo e construir uma nova realidade, um novo cenário.

- Esse processo escroto do governo/Estado consegue converter a conquista de um direito social em mais uma maneira de realizar corrupção e lucrar em cima disso. Irônico, não? O direito ao passe livre, conquistado com muita luta, não pode ser prejudicado pelos jogos dos podres poderes. Passe Livre já! Ou melhor... PASSE LIVRE PARA ONTEM!

Seguiremos lutando por outro sistema de transportes, sem empresários, sem tarifas e com a municipalização dos serviços. Para isso, reinvidicamos o fim das concessões das empresas de transporte coletivo e Tarifa Zero Já!

Por uma vida sem catracas

Movimento Passe Livre - DF
Postar um comentário